Infertilidade masculina

Quais são as causas produzem infertilidade no homem?

Como acabamos de expor, primeiramente, o espermatozóide deve se formar no testículo, em seguida, treinar e atravessar toda a via seminal do homem, em seguida, depositados na vagina e a partir daqui, subir até a trompa para fecundar o óvulo.

Neste processo existem múltiplas causas e doenças que podem produzir uma diminuição do número ou da mobilidade dos espermatozóides, ou seja, doenças que têm obstruído a via seminal e não permitem a passagem dos espermatozóides.

Vou resumir as causas mais frequentes de infertilidade masculina:

  1. Os testículos não produzem espermatozóides produzidos muito poucos.Hipogonadismo testicular (mau desenvolvimento dos testículos).Hipogonadismo de causa cérebro (Hipófise-Hipotálamo).Ausência de testículos (Anorquia).Ausência de células germinativas (Sertori)Alterações genéticas (Klinefelter, Steiner, delecciones do cromossoma y…), Anomalias de descida testicular (Criptorquídea).Radioterapia perto de testículos.Quimioterapia.Torção testicular.Orquite.Masculino (papeira), adolescente ou adulto.
  2. Os porém isso não aconteceu produzem espermatozóides, mas uma obstrução da via seminal impede sua saída.Ausência congénita dos canais deferentes.Vasectomia.Cirurgia de hérnia inguinal.Epididimite.Obstrução dos ductos eyaculadores.Prostatite.
  3. Os espermatozóides não se movem de forma adequada.Infecção da via seminal.Varicocele ( ver n.o de varicocele).Tóxicos: maconha, tabaco, álcool, Drogas..: heroína, metadona, etc…Stress.Insecticidas, pesticidas, herbicidas.Vários medicamentos.Calor elevado.
  4. Os espermatozóides não são depositados na vagina.Impotência, que não permite a penetração vaginal.Ejaculação precoce (antes de penetrar na vagina).Ejaculação retrógrada (o sêmen vai para a bexiga e não sai do pênis).Ausência de ejaculação.

Esta lista é muito longa, mas é apenas um resumo das múltiplas causas de infertilidade masculina.

Em um magnífico estudo NAGLER publicou as seguintes causas de esterilidade masculina

  • Varicocele 42,2 %
  • Idiopática (sem causa conhecida) 22,7%
  • Obstrução da via seminal 14,3 %
  • Passo seguinte, 3,4 %
  • Imune / Infecciosa 2,6 %
  • Insuficiência testicular 1,3 %
  • Disfunção Eyaculatoria 1,3 %
  • Drogas / Radioterapia 1,1 %
  • Endocrinopatías 1,1 %
  • Outros (todos < 1%) 2,1 %
  • Normal (fator feminino) 7,9%

A varicocele representa a causa mais comum de infertilidade masculina. Exerce uma deterioração da fertilidade através de vários fatores. (Ver secção de varicocele)

Portanto, se há tantas causas que podem causar infertilidade masculina, você não acha fundamental o estudo do homem de todo casal que não consegue ter filhos? A nossa resposta é um retumbante SIM.

Onde você pode recorrer se não conseguirem uma gravidez?

A mulher deve ser examinada por um ginecologista especializado em reprodução. O homem deve se consultar com um uro-andrólogo com experiência no campo da infertilidade. Muitos urologistas não receberam formação adequada em andrología e não estão capacitados para avaliar o macho estéril.

No Instituto de Urologia e Medicina Sexual de Saragoça, realizamos um estudo detalhado do homem à procura de todas as causas que podem influenciar a fertilidade. Sobre tudo exploramos causas que possam ser tratadas (varicocele, infecção..).

Se depois de um estudo e tratamento adequado, não se consegue gravidez, temos parcerias com Unidades de Reprodução Assistida, de uma maneira conjunta (Ginecologista/Andrólogo) apresentar para cada casal o tratamento mais adequado.

Como o estudo do homem que realizamos testes?

No Instituto de Urologia e Medicina Sexual, acreditamos que o estudo do homem em um casal infértil é tão importante como o da mulher. Em primeiro lugar realizamos uma boa história clínica, procurando e pesquisando todas as causas que podem afetar a fertilidade.

Em seguida realizamos uma detalhada, exame físico, avaliando testículos, epidídimos, deferentes, caracteres sexuais e presença de varicocele, através de uma conservation consumption ecological electrico-doppler colorido. A história clínica deve ser feita sem pressa, deve ser minuciosa e deve ser praticada por um uro-andrólogo com experiência.

Na primeira visita, fizemos uma ecografia dos testículos que nos indica o tamanho e o estado dos mesmos e a ausência de tumores.

Na primeira visita, pedimos um estudo do sêmen (seminograma) e com uma determinação de hormônios masculinos, que influenciam a produção de espermatozóides.

Em muitos casos, depois dessa história, exploração, ultra-sonografia, seminograma e estudo hormonal já pode sentar-se um diagnóstico e propor um tratamento. Em algumas ocasiões, de acordo com os resultados desta avaliação podem ser necessários outros estudos (culturas de urina e esperma, estudo de capacitação espermática, sorologia, estudo genético). Não obstante, será o uro-andrólogo o que indica que exames são adequadas em cada caso.

No Instituto de Urologia e Medicina Sexual consideramos que cada homem tem que fazer apenas as provas de que precisa, ou seja, o estudo deve ser personalizado para cada caso. Além disso, estamos em contato com o ginecologista da mulher por fazer um tratamento coordenado de ambos os membros do casal.

Finalmente, damos muita importância ao aspecto humano. Não esquecemos que a infertilidade provoca muito stress e por isso oferecemos um atendimento personalizado, a compreensão e a confidencialidade.

O Que tratamentos existem para a infertilidade?

O tratamento depende das causas da infertilidade detectadas no homem ou na mulher. Por isso, é importante um tratamento coordenado entre o ginecologista e o andrólogo.

A varicocele é a causa mais comum de infertilidade masculina, e, nestes casos, uma cirurgia simples, bem feita, oferece excelentes resultados. (Ver secção varicocele)

Varicocele

Tratamento cirúrgico contra o Varicocele.

A infecção seminal requer um tratamento antibiótico e um défice hormonal requer um tratamento específico.

Se existe obstrução dos ductos deferentes (cirurgia de hérnia inguinal ou vasectomia), a microcirurgia (vaso-vasostomía) oferece excelentes resultados. (Ver secção reversão vasectomia).

Reversão de vasectomia

Reversão de Vasectomia

Se existe um problema de impotência, curvatura do pênis, ou alterações da ejaculação, apresentá-las o tratamento específico para cada problema.

Existem vários fatores que afetam a fertilidade: tóxicos, medicamentos, calor, estresse, etc. Uma adequada correção destas causas pode melhorar consideravelmente a qualidade do esperma e aumentar a possibilidade de gravidez.

Em casais que não encontramos nenhuma causa que justifique a infertilidade, ou causas não-tratáveis, uma abordagem coordenada entre o ginecologista (fator feminino) e o andrólogo (fator masculino), e em parceria com uma unidade de reprodução assistida permite-nos oferecer a cada casal o tratamento mais adequado.

Dicas para casais inférteis

  • O fator masculino é responsável por aproximadamente 50% dos casos de infertilidade.
  • A avaliação do homem permite-lhe encontrar as causas que adequadamente tratadas, aumentam a taxa de gravidez.
  • O estudo do homem deve ser realizado por um andrólogo com experiência em infertilidade.
  • Se for detectado um varicocele, existe a possibilidade de uma cirurgia simples, com bons resultados.
  • O uro-andrólogo (fator masculino) e o ginecologista (fator feminino), devem coordenar-se para propor o tratamento mais adequado para cada casal.
  • Um homem com infertilidade, possivelmente, requer revisões periódicas de seus testículos por se surge um tumor testicular.

Varicocele

O variocele implica um risco para a fertilidade e costuma ser progressivo, com deterioração gradual da função testicular.

Reversão de vasectomia

É chamado de Vaso-Vasostomía e consiste em unir os segmentos dos deferentes seccionados durante a vasectomia.



Infertilidade masculina
5 (100%) 1 vote
Ondas de Choque para Disfunção Erétil: estão aqui para ficar
Andar de bicicleta e função sexual

Deixe uma resposta

Your email address will not be published / Required fields are marked *