Adulto beats

O que é fimose? Saiba tudo!

A fimose é uma estreiteza do prepúcio que impede a retração desta pele para baixo e descobrir a glande por completo.

O problema mais frequente que aparece na pele do pênis é a fimose.


O que é fimose?


A fimose é uma estreiteza do prepúcio (pele que cobre a ponta do pênis) que impede a retração desta pele para baixo e descobrir a glande por completo.


A presença de fimose favorece o aparecimento das seguintes complicações:
– Balanitis (infecções da pele da ponta do pênis)
– Falta de higiene
– Parafimosis
– Infecções de urina
– Rachaduras e sangramento ao manter relações sexuais
– Câncer do pênis na idade adulta


Por estas complicações muitos médicos aconselham a realização de uma circuncisão sistemática em todos os meninos recém-nascidos.


Como se trata da fimose?


A fimose é resolvido com uma simples cirurgia no local que é chamado de circuncisão.
Com relação à cirurgia de circuncisão, gostaria de indicar que é uma cirurgia simples, mas deve ser realizada por um urologista com vasta experiência em cirurgia peneana. Meu mestre em Boston (Prof. Goldstein) dizia que a melhor cirurgia peneana é a primeira. Se a circuncisão é realizada mal, corta-se mais pele do que a necessária, então é complicado reparar o dano.


No Instituto de Urologia e Medicina Sexual, somos especialistas em todo o tipo de cirurgia peneana e temos uma vasta experiência em realizar circuncisiones.
A realizamos com anestesia local e ao acabar o paciente vai para casa.


Realizamos um acompanhamento pós-operatório a curar o paciente na nossa consulta, todas as vezes que for preciso.


Quais são as outras doenças que podem aparecer na pele do pénis e órgãos genitais?


Além de fimose, em a pele que cobre o pênis, podem surgir várias doenças, em ocasiões difíceis de diagnosticar e que necessitam de tratamento especializado por um médico especialista.


No pênis, podem surgir várias doenças. Algumas lesões aparecem somente na pele do pénis. Além disso, o pau e a pele que reveste os testículos (saco escrotal) podem participar de várias doenças de pele.


Em seguida, apresentamos um resumo das doenças mais frequentes e importantes que afetam a pele do pênis e escroto:



  1. LESÕES MENORESPápulas perladasGranulomas sebáceos.Linfangite se do pênis.Moluscum molusco.Trombose da veia dorsal do pênis.

  2. LESÕES TRAUMATICAS SOBRE O PÊNIS

  3. ÚLCERAS NA GLANDE E NO PENEHerpes genital.Sífilis.Chancroide.Linfogranuloma venéreo.

  4. CONDILOMAS ACUMINADAS (Papilomavirus). (Ver ETS)

  5. BALANITIS e BALANOPOSTITE.

  6. BALANITIS XEROTICA OBLITERANS.

  7. GANGRENA DE FOURNIER.

  8. TUMORES BENIGNOS DO PENELeiomiomaNeurofibromaQuistes cutaneosQueratosis seborréica (verruga senil)

  9. LESÕES PREMALIGNAS DO PENECondiloma acuminadoBalanitis xerotica obliteransBalanitis micaceaLeucoplasia

  10. TUMORES MALIGNOS DO PENESarcoma de KaposiEritroplasia de QueiratEnfermedad de BowenCarcinoma escamoso de peneCarcinoma verrucosoCarcinoma basocelular

O que são as pápulas perladas?


São pequenos pontinhos que aparecem no sulco coronal ou na glande. Não são associadas a malignidade, nem a infecção. Não requerem tratamento.


O que são as glândulas sebáceas heterotópicas?


São pequenas manchas ou granulado branco bege. Aparecem em todos estes animais e no prepúcio. Não é necessário o tratamento.


Quando aparece uma úlcera em pênis que pode ser?


As doenças ulcerativas mais frequentes são:



  • Herpes genital.

  • Sífilis.

  • Chancroide.

  • Linfogranuloma venéreo

O número de Doenças de Transmissão Sexual são expostas estas lesões


O que são os condilomas acuminadas?


São verrugas de um diâmetro de 1 a 10 mm, que tendem a associar-se. São múltiplas. Podem ser rosadas ou de cor marrom. Costumam aparecer na pele do pênis, prepúcio e glande.


Pode afetar a uretra, escroto, inglês e pele do ânus. O meato urinário (orifício por onde sai a urina) se afeta em 20-25%.


Transmitem-Se com grande facilidade por contacto sexual e são produzidos pelo papilomavirus. A infecção por alguns tipos de papilomavirus é freqüentemente associada com o câncer de colo do útero em mulheres e câncer de pênis em homens.


Como são tratados os condilomas acuminadas?


Devemos explicar que o papilomavirus é muito contagiosa e que o simples contato com uma lesão no casal nos pode transmitir a doença. Se existirem duas ou três condilomas pode utilizar-se o tratamento com uma pomada (imiquimod, podofilotoxina).


Se os condilomas são numerosos no instituto de Urologia e medicina Sexual realizadas com anestesia local e um electrocoagulador especial e fino, a três de todos os condilomas. A eliminação de todos os condilomas é o tratamento máa rápido e resolutivo.


O que produz sintomas de uma infecção do pênis por fungos?


É chamado de balanitis candidiásica. Produz inicialmente coceira e vermelhidão na glande pouco depois do contato sexual. Posteriormente, ocorrem pequenas manchas que se corroem e associam umas com as outras. Finalmente, estas lesões se descamam.


Como é diagnosticado uma infecção do pênis por fungos?


Para um médico especialista, nestas doenças, o diagnóstico é fácil com uma boa história clínica e a observação das lesões. Em casos difíceis, pode ser necessário fazer cultura do material obtido das lesões.


Como se trata de uma infecção do pênis por fungos?


Inicialmente, deve lavar bem a pele com água e sabão e aplicar um creme específico (antifúngica) sobre a pele do pênis durante 2 a 3 semanas, até que desaparecem as lesões. Deve ser feito o tratamento de ambos os membros do casal. A mulher muitas vezes usado óvulos vaginais.


Se a infecção se reproduz, além do tratamento local (creme no pau) deve ser associado a um tratamento com comprimidos, para erradicar a infecção.


O que é a Balanitis Xerotica Obliterans?


É um processo crônico que provoca atrofia da pele do prepúcio e da glande. Inicialmente são pápulas brancas pouco elevadas, induradas, que produzem uma atrofia apergaminada. Posteriormente, as lesões tendem a confluir para formar grandes placas.


Podem formam fissuras no anel prepucial que podem sangrar. Quando afeta o meato uretral (orifício por onde sai a urina) tende a produzir um estreitamento e dificuldade para urinar.


Também é conhecido como: Líquen família a qual pertencia e aumentam de tamanho do primeiro. Raramente pode causar câncer de pênis.


Como se trata da Balanitis Xerotica Obliterans?


Inicialmente, em casos leves, pode aplicar-se um tratamento com uma pomada suave de corticosteróides.


Em casos mais avançados, aconselha-se remover a pele atrófica e retraída através de cirurgia. Se existe fimose deve ser feito circuncisão e se houve uma estreiteza do meato urinário deve ser feita uma meatotomía.


Dada a tendência da pele atrofiarse e produzir retrações, esta cirurgia deve ser realizada por um urologista especialista em cirurgia peneana.


O que tumores podem aparecer no pênis?


No pénis e órgãos genitais masculinos podem crescer uma grande variedade de lesões benignas, premalignas e tumores malignos, que por sua grande semelhança costumam levantar problemas ao diagnóstico médico pouco experiente neste tópico.


Diante de uma lesão ou tumoración nesta área são aconselhados a consultar o mais cedo possível com um urologista-andrólogo especialista em doenças do pênis.


Os tumores benignos mais frequentes são:



  • Leiomioma

  • Neurofibroma

  • Cistos cutaneos

  • Queratose seborréica (verruga senil)

No pênis, podem aparecer lesões que podem se tornar malignas, como são:



  • Condiloma acuminado

  • Balanitis xerotica obliterans

  • Balanitis micacea

  • Leucoplasia

Os tumores malignos mais frequentes são:



  • Sarcoma de Kaposi

  • Eritroplasia de Queirat

  • Doença de Bowen

  • Carcinoma escamoso de pênis e escroto

  • Carcinoma verrucoso

  • Carcinoma basocelular

É fácil diferenciar um tumor maligno e benigno do pênis?


Para um médico com pouca experiência nestas doenças é difícil, já que existe grande semelhança entre elas.


Um profissional experiente pode diagnosticarlo com facilidade através da observação e exploração da lesão. Um urologista-andrólogo experiente sabe em que casos deve-se realizar uma biópsia da lesão para especificar se é benigna ou maligna


Como são tratados os tumores do pênis?


Inicialmente deve ser feita a remoção da lesão, ou biópsia profunda com anestesia local.


Se o tumor é benigno é suficiente com a excisão da lesão.


Se a biópsia confirma que se trata de um tumor maligno deve ser feita uma cirurgia de três em mãos de um urologista especialista em cirurgia peneana.


DICAS:



  • Se você tem fimose, o tratamento é a cirurgia realizada por um especialista em cirurgia do pénis.

  • Se você tem uma lesão no pênis deve consultar, esperar não leva a nada.

  • Você deve consultar com um urologista-andrólogo especialista que diagnostica com precisão e lhe ofereça o melhor tratamento.

  • No Instituto de Urologia e Medicina Sexual somos especialistas no diagnóstico e tratamento das doenças do pénis e órgãos genitais, com a mais estrita confidencialidade.

  • Os condilomas acumulados (verrugas) são altamente contagiosos e o tratamento mais resolutivo é a três, com anestesia local.




Sobre o autor | Website

Meu nome é Marcelo Bueno, formado pela PUC em Jornalismo, sou casado e pai de 1 de um menino lindo. Fundei o Site Beats com o objetivo de ajudar as pessoas, pesquisando, testando e usando vários produtos mais comentados no mercado da saúde. Aqui você vai poder acompanhar todas as matérias que eu publicar sobre os suplementos e produtos digitais que eu posso recomendar aos leitores.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Mais Acessados : Dermacaps | Megalizz | Whitemax | Phyto Power Caps